Em 2015: o ano da a violência moral, psicológica e física contra a mulher

violencia-mulher1-300x250eSegundo levantamento, ainda preliminar, do ano de 2015, referente a estatísticas do Núcleo Multidisciplinar, com base em informações do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, em Teresina, dos casos conhecidos de tipos de violência sofrida pela ala feminina, 30,83% foram violência moral (calúnia, injúria, difamação).
A violência psicológica (que cause dano emocional ou lhe prejudique a auto estima, entre outros) correspondeu a 27,50%. Essa é considera pela Organização Mundial de Saúde como a mais presente forma de agressão intrafamiliar à mulher.
A violência física representou 26,67%, a violência patrimonial [lesa a vítima em seu patrimônio] 8,33%, a violência sexual 3,33% e desconhecido 3,3%.

Blogueiro: Rômulo Rocha|180

ICMS, ITCMD e IPVA: veja como ficam os impostos no PI em 2016

impostos_pi000Com perdas na arrecadação, os governos passaram a elevar seus principais tributos. A alíquota do ICMS aumentou em 20 Estados, incluindo no Piauí, e no DF. O aumento foi de 2%:
– para fumos e bebidas saiu de 17% para 19%
– para gasolina saiu de 25% para 27%
No álcool houve redução de 6% – caiu de 25% para 19%. Entre as bebidas que sofreram aumento estão os refrigerantes.
Houve mudança na repartição do imposto, o que beneficiará sobremaneira o Piauí. O Estado de destino ficará com:
– 40% do valor em 2016;
– 60% do valor em 2017;
– 80% do valor em 2018;
– 100% do valor em 2019.
Outro imposto que também subiu no Piauí foi o IPVA, mas a variação de alíquota atinge exclusivamente quem possui veículos com valor acima de R$ 150 mil, além de embarcações como Jet Sky. A medida vale a partir de abril de 2016. O incremento na alíquota passa a ser de 3,0%. Antes era de 2,5%. As demais alíquotas são:
– caminhões e ônibus: 1%;
– motocicletas: 2%;
– microônibus: 2,5%;
– caminhonetes e automóveis: 2,5%
O ITCMD também passou por alteração. A variação de alíquota para causa mortis será de 2% a 6%, ao invés de um valor fixo em 4%. Para doações, o valor permanece em 4%. Como ficará estabelecida a alíquota progressiva, no valor de hoje:
– 2% para inventário com valores até R$ 20 mil
– 4% para inventário com valor acima de R$ 20 mil até R$ 500 mil ;
– 6% para inventário cima de R$ 500 mil

FHC rebate Cerveró e diz que compra de empresa argentina foi exemplar

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso vê uma operação para vincular seu partido, o PSDB, à Operação Lava Jato, mas diz que a ofensiva não o inquieta.  “Esta tentativa de misturar o PSDB com os demais na Lava Jato não me preocupa”, afirmou o tucano. “Não tem base.” A fala de FHC é uma resposta à citação do delator Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras. Segundo documento apreendido no gabinete do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), preso por participação no esquema, Cerveró diz que a compra da empresa argentina PeCom pela estatal brasileira, em 2002, envolveu o pagamento de R$ 100 milhões em propinas ao “governo FHC”.

FHC rebate Ceveró Foto: Bruno Santos – 22.out.2015/Folhapress

O ex-presidente diz que procurou antigos dirigentes da estatal, como o ex-diretor financeiro João Nogueira, para apurar o assunto. Ele afirma que o preço da operação “foi considerado baixo, pois a Argentina estava em crise”. FHC também ressalta que Cerveró não era diretor da Petrobras na época e diz que a compra da empresa citada pelo delator “se transformou em um ‘case’ em Harvard, tão limpamente foi feita”.

FHC disse ainda que, no documento, Cerveró não diz quais integrantes do governo teriam recebido propina nem quem teria pago. “Fica só o mau cheiro no ar, sem que se possa usar desinfetantes”.

REUNIÃO
As menções a integrantes do tucanato no esteio da operação Lava Jato também foram alvo de discussão entre o presidente do partido, senador Aécio Neves (MG), e os deputados que lideram a sigla na Câmara, nesta terça-feira (12), durante um almoço em Brasília.

O nome de Aécio também foi citado por delatores da Lava Jato –um deles, Carlos Alexandre de Souza Rocha, entregador de dinheiro do doleiro Alberto Youssef, disse aos investigadores ter ouvido de um diretor da empreiteira UTC que o mineiro foi o destinatário de R$ 300 mil, no segundo semestre de 2013.

Na ocasião, Aécio chamou a citação de “absurda”. O dono da UTC, Ricardo Pessoa, que também é delator na investigação, não mencionou o senador mineiro em seus depoimentos. “Trata-se de mais uma falsa denúncia com o objetivo de constranger o PSDB”, afirmou a assessoria do senador, na época.

A avaliação sobre a repercussão das menções ao tucanato na Lava Jato foi a primeira conversa formal de Aécio com integrantes do seu partido desde que ele retornou das férias, no domingo (10). Segundo deputados do PSDB que participaram da conversa, a avaliação é de que que “FHC foi rápido ao rebater as menções à sua gestão”.

A ordem na cúpula da sigla, afirmam, é que nenhum tucano se esconda quando for citado. O partido tem fiado seu discurso na teoria de que há uma tentativa deliberada de disseminar as responsabilidades do escândalo na Petrobras entre os integrantes da oposição. Essa é a linha da fala de Aécio nos bastidores.

Deputados do Piauí estão entre campeões do uso do “cotão” na Câmara Federal

De acordo com levantamento feito pelo site Olho Neles!, com base nos dadas disponibilizados pela Câmara Federal, os deputados gastaram R$189.001.312,63 do chamado “cotão” em 2015 e nos primeiros 11 dias de 2016. Na lista com os 20 primeiros parlamentares a usarem o recurso, três são piauienses.content_deputados_1O deputado federal Paes Landim (PTB) foi o que mais gastou entre os piauienses. No geral ele ficou em sexto lugar ao fazer uso de R$ 542.419,22. O deputado Assis Carvalho (PT) ficou na 14° posição ao usar R$ 493.565,80. O deputado Júlio César Lima também aparece na lista em 18° ao utilizar o valor de R$ 483.120,18 do chamado “cotão”.

A cota utilizada pelos parlamentares para o exercício da atividade é uma verba extra recebida por deputados e senadores para custear atividades do mandato. Encontra-se previsto em lei e não há irregularidade formal no uso desse dinheiro. O uso do “cotão” é regulamentado por um ato da Mesa Diretora da Câmara, de 2009, e o total mensal disponível para cada parlamentar varia conforme o Estado

A verba pode ser usada para a contratação de advogados, consultorias, para a impressão de materiais de divulgação e também para custear despesas de combustíveis, passagens aéreas, hotéis e alimentação do congressista, entre outros gastos. O valor da verba vai de R$ 27.977,66 a R$ 41.612,80.

DIVULGAÇÃO E ESCRITÓRIOS NOS ESTADOS
As passagens aéreas foram o principal gasto dos parlamentares em 2015, consumindo R$ 46,6 milhões. Em seguida vêm as despesas com a divulgação do próprio trabalho quando eles gastaram R$ 37,9.  Essa “divulgação” se refere a publicações e outros materiais de propaganda produzidos pelos congressistas.

A manutenção de escritórios políticos nos Estados (R$ 20,02 milhões) também é um item popular no uso do dinheiro do “cotão”. Há também a locação de veículos (R$ 21,1 milhões) e a contratação de estudos e consultorias independentes (R$ 19,3 milhões). Com informações do UOL.

Assis Carvalho defende Lula e diz que a corrupção começou na época de Pedro Alvares Cabral

1cp2f1-elias1450002763O deputado federal Assis Carvalho (PT) defendeu o ex-presidente Lula e o Partido dos Trabalhadores da acusação de serem os mentores da corrupção na Petrobras. Segundo ele, essa prática é antiga no país e afetaria outros órgãos públicos. Assis afirma que a corrupção não começou no governo do PT e diz que desde a época de Pedro Alvares Cabral havia desvio de recursos no país.
De acordo com o deputado, políticos de todos os partidos, até mesmo do PSDB, estariam envolvidos nos esquemas de corrupção. Ele afirma que a diferença agora é que o governo do PT tem dado condições para que a Polícia Federal possa realizar as investigações.
“Antes tudo era jogado para debaixo do tapete. As investigações que acontecem no Brasil é o que todo brasileiro de bem esperava. Não tem um único brasileiro sério que não saiba que a corrupção começou aqui com Pedro Alvares Cabral. Precisamos louvar Lula e a presidente Dilma Rousseff por oferecerem a possibilidade de investigação”, declarou.
CULPOU A MÍDIA
Seguindo o discurso do PT, Assis culpou parte da mídia pelo grande número de denúncias contra petistas. Ele afirma que a imprensa garante mais destaque apenas os casos que envolvem pessoas ligadas ao PT. O deputado nega que o PT tenha reduzido os recursos da PF na tentativa de sucatear a instituição e atrapalhar as investigações.
“Uma parte da mídia, não generalizo, tentou fazer por força uma seletividade como se a corrupção tivesse começado apenas com o PT. Não tem ninguém que não saiba que não é só na Petrobras, em outras áreas sempre aconteceu. E os esquemas da era tucana foram jogados para debaixo do tapete. A corrupção também não começou com eles veio de bem antes”, comentou.
Fonte: O Olho

MESMICE

Prefeita de Luís correia Adriane Prado


imagesOntem passei rapidamente por algumas ruas de Luís correia observei que a visita a qualquer canto de Luís Correia mostra de imediato, que a cidade não aguenta mais tanta mesmice. Com efeito, o cenário político estagnado.

Os moradores da cidade, assistem o desenrolar do abandono, sem que percebam a reação do governo. Patético, sem controle sobre si mesmo, o governo não consegue mobilizar soluções criativas, quer ao menos amenizem os imensos problemas em que a cidade está atolada. E falava eu para mim mesmo visite Luís Correia antes que se acabe.

A população ao olhar para os últimos anos de administração não consegue vislumbrar saídas. Apenas frases de efeito, apelos religiosos e foguetório indiscriminado são as respostas para as demandas cada vez mais prementes do povo. É muito pouco para a Luís Correia, que vive problemas de cidade grande em turismo principalmente e com urgência precisa descobrir que cidade quer ser, que sociedade quer construir. vem ai mais uma eleição Luíscorreense ou vocês resolvem ou a tendência e continua na mesmice.

Por Joâo Carlos Guimarães

Calote

Lapide_caloteirosCerto reino, numa remota cidade da Regiao Norte resolveu distribuir cestas básicas aos súditos, por ser o Rei muito generoso, com o coração de manteiga. Acontece que o generoso tinha que comprar as cestas para distribuir, afinal, elas não cairiam do céu, como maná, no deserto. No jardim, repleto de esperança, mas com medo de mais um calote, o dono do Supermercado, proprietário das cestas, que deveriam ser distribuídas aos súditos estava arredio e temeroso. Afinal, o papagaio já estava empinado em um debito altissimo. Foi então que o Rei, o Generoso, para superar o impasse, tirou do próprio bolso três cheques nominais para tranquilizar o mercador do “Incrível Exército de Brancaleone”. Resulatado o mercador está até hoje sem dormir Pois os citados cheques estavam sem fundo e não serviam nem para limpar o c…

Por João Carlos Guimarães.

cadê a licitação porque parou

                hb                        Herbet Silva Prefeito de Ilha Grande

O prefeito Herbet Silva bem que poderia informa a população do seu município o porque de uma licitação para pavimentação de pelo menos quatro ruas no seu município foi suspensa o povo agradecera a final com a suspenção quem perdeu foi a cidade.
Porque parou, parou, porque  com a palavra vossa excelência
cadê a licitação

Por João Carlos Guimarães

Renato Chaves se despede da Ponte e viaja ao Rio para fazer exames no Flu

renatochavesRenato Chaves deixou a Ponte Preta nesta terça-feira. Depois de participar do treino físico pela manhã, o zagueiro passou à tarde no CT do Jardim Eulina para se despedir dos companheiros de equipes e conceder a última entrevista coletiva como atleta da Macaca. Ele é aguardado no Rio de Janeiro na quarta-feira para realizar exames médicos.

– Fico feliz pela Ponte ter me dado a oportunidade de vestir essa camisa. Foi uma sensação única. De todos os clubes que defendi, foi o time que mais gostei de jogar, e fico feliz de estar deixando a Ponte pela porta da frente – afirmou o defensor.

Para a novela acabar de vez, falta somente o pagamento do Flu à vista, de R$ 3,5 milhões por 70% dos direitos econômicos do jogador. A Ponte, que tinha 40%, espera o depósito para oficializar a transferência e liberar a documentação para o Tricolor das Laranjeiras assinar com o zagueiro por três anos.

De todos os clubes que defendi, foi o time que mais gostei de jogar, e fico feliz de estar deixando a Ponte pela porta da frente
Renato Chaves

Para Chaves, a negociação foi boa para todos os lados. Mesmo com o assédio de outros clubes, ele tinha assinado em outubro um novo vínculo com a Macaca até o fim de 2017, com uma nova composição dos percentuais, até para a Macaca lucrar algo em uma eventual transação futura, como ocorreu agora.

O caso se arrastava desde dezembro, e o atleta estava ansioso por uma definição, independentemente do destino.

– É difícil ficar focado, muita gente te procura por telefone. Eu procurava acompanhar pouco o noticiário, mas estava esperando definir. Eu jogaria onde fosse, aqui na Ponte ou no Fluminense. Sou jogador de futebol. A conversa com a diretoria da Ponte sempre foi clara, nunca teve desavença, tudo aconteceu certinho, conforme combinado. Lá atrás eu cumpri com a minha palavra de renovar com a Ponte. Tinha ofertas para assinar pré-contrato, mas fechei com a Ponte. Agora foi bom para os dois lados – comentou.

Aos 25 anos, Renato Chaves foi revelado pelo Corinthians e passou por Bahia, Figueirense, Portuguesa, Atlético-PR e Náutico antes de chegar ao Majestoso, para 2015. Depois de começar o ano na reserva, virou titular absoluto no Brasileirão e terminou a temporada como um dos pilares da campanha alvinegra na elite nacional. Ao todo, foram 40 jogos e três gols pela Ponte.

Falece o pastor Gilberto, pai de Silas Malafaia

gilberto-malafaiaO pastor Gilberto Malafaia, pai do pastor Silas, faleceu na manhã desta terça (12), aos 95 anos. Fundou a Igreja Assembleia de Deus em Jacarepaguá (IADJ), a qual liderou por 41 anos. Em 2014 passou a presidência para o seu neto, o pastor Silas Malafaia Filho. Um dos pioneiros na pregação do evangelho no Rio de Janeiro, era bastante conhecido entre os fiéis do Brasil.

Além de pastor, era pedagogo. Foi um dos fundadores do Instituto Bíblico Pentecostal (IBP), e membro da liderança da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) por muitos anos.

Nasceu em 10 de janeiro de 1921, na cidade de Castro Alves (BA). Foi casado com a professora Albertina Malafaia por mais de 60 anos e teve cinco filhos: Samuel (pastor e deputado estadual), Sérgio, Suzana, Silas (presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo), e Siléia.

Silas Malafaia noticiou o falecimento de seu pai pelo Twitter. “Acaba de falecer meu pai, Pr. Gilberto Malafaia. No domingo, ele completou 95 anos. Meu referencial, meu herói, homem de Deus. Deixa um grande legado”, escreveu.

O corpo será velado na Assembleia de Deus de Jacarepaguá a partir das 19 horas. O culto fúnebre será amanhã às 9 horas e o sepultamento no cemitério Jardim da Saudade.

Muitos crentes e líderes usaram as redes sociais para prestar homenagens a Gilberto. O presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, pastor José Wellington Bezerra da Costa, usou o Facebook para se manifestar. “Pastor Gilberto Malafaia deixa uma lacuna no cenário das Assembleias de Deus no Brasil, pois durante toda sua vida e ministério foi um dos mais ativos obreiros e defensor desta Igreja“