Prefeitura de Bom Princípio disponibilizará cursos gratuitos a população

A Prefeitura de Bom Principio do Piauí, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, juntamente com a Coordenação do CRAS – Luís Batista de Moraes ofertará à população curso de bijuterias que será promovido em parceria com o SESC.

As pré-inscrições começarão na próxima segunda-feira dia 03 de abril. Os documentos necessários para participar destes cursos são: cópia do CPF e RG – menor de idade (trazer responsável com cópia de CPF e RG), cópia do comprovante de residência (atualizado), cópia do comprovante de renda, certificado ou cópia do certificado de escola pública. Para mais informações procurar a coordenação do CRAS.

Prefeito Jr. Percy envia à Câmara projeto de reajuste ao piso salarial do professor


O prefeito Junior Percy (PTB), encaminhou nesta última quarta-feira (22.03) à Câmara de Vereadores o Projeto de Lei que dispõe o piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério da rede municipal de ensino.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

O projeto encaminhado deve ser apreciado e votado pelos vereadores na Câmara Municipal. Esta é mais uma justa medida adotada pelo Prefeito de Buriti dos Lopes, Júnior Percy prevista no Plano de Governo no tocante a valorização profissional.

Junior Percy destacou que a valorização do profissional de educação é um fator importante para qualidade de ensino. “Os profissionais de Educação são os grandes responsáveis pelo crescimento social e profissional da nossa população, queremos garantir salários dignos e compatíveis com a importância da função social e formação dos professores e se adequa a lei federal chamada de “Lei do Piso”.

ASCOM

Prefeitura de Buriti dos Lopes reforça compromisso com qualidade na merenda escolar e repudia mentiras plantadas pela oposição

A oposição ‘caldo de peteca’ de Buriti dos Lopes continua criando factoides para tentar confundir a cabeça da população. O fato é que os apaniguados políticos do ex-prefeito Bernildo Val esqueceram como era a merenda escolar até o fim do ano passado. Bernildo e sua trupe foram rejeitados pelo o povo nas urnas, foram reprovados e por isso não aceitam a derrotada.

Nossa reportagem ainda no ano passado gravou um vídeo que foi bastante repercutido nas redes sociais, blogs e portais da região, onde várias pessoas e inclusive crianças criticavam a merenda escolar servida pela gestão de Bernildo Val. Na época denunciaram ainda que várias crianças adoeceram por conta da péssima qualidade da merenda servida as alunos.

“Era todo dia suco com bolacha”, “O suco era ruim pra peste”, “Tinha criança que adoecia”. O relato das crianças na época era chocantes e preocupantes, a reportagem apurou ainda que outras escolas não recebiam merenda. A revolta da população contra Bernildo era grande, muitos pais tiraram filhos e filhas da escola por falta da qualidade na educação.

Os fatos criados neste momento para tentar engar a população não são mais aceitos, pois vem de pessoas sem credibilidade e sem nenhum respaldo e que seriam capazes de montar ou manipular ‘mentiras’ para tentar engar a população.

Atualmente a merenda escolar é servida a contento e não existe nenhuma reclamação até o momento, e para isso equipes de nutrição da Secretaria de Educação trabalham arduamente para garantir a boa merenda as crianças.

IFPI suspende temporariamente concursos para técnicos-administrativos e professores

O Instituto Federal do Piauí (IFPI) decidiu suspender, temporariamente, os concursos para técnicos-administrativos em educação e para professor do ensino básico, técnico e tecnológico.

De acordo com a Comissão de Seleção de Pessoal (CSEP), a decisão foi tomada em virtude de processo que tramita na Justiça Federal – Seção Judiciária do Piauí – questionando os critérios de reserva de vagas para autodeclarados negros e pardos.

“Diante das divergências de entendimentos quanto à aplicação da Lei n° 12.990/2014, o IFPI decidiu pela suspensão temporária dos concursos até a decisão judicial quanto ao tema, para salvaguardar o direito dos candidatos já classificados no concurso de técnicos-administrativos, bem como à continuidade das etapas do concurso de professor”, diz a nota divulgada pela Comissão.

Os interessados deverão acompanhar as informações relativas aos concursos por meio do Portal do IFPI na internet: www.ifpi.edu.br.

Prefeitura de Buriti dos Lopes interdita CIEF após teto desabar por conta das chuvas

O teto do Centro Integrado de Ensino Fundamental Deputado Moraes Sousa – CIEF em Buriti dos Lopes não aguentou as fortes chuvas que caem no norte do Piauí e desabou, o problema é que a instituição escolar não recebeu nenhum tipo de reparo ou manutenção na ultima gestão e consequentemente as escolas ficaram vulneráveis a problemas.

A péssima estrutura deixada pela gestão passada nas escolas e prédios públicos já foi várias vezes denunciada por meios de comunicações e pela própria população. O CIEF estava na lista de prédios danificados e desassistidos pelo governo passado. Com o desabamento do teto, a escola está interditada e não tem condições de receber aulas, até que o problema seja resolvido.

O Prefeito Júnior Percy (PTB), a Secretária Educação Iane Portela, o engenheiro Maynard, o diretor de ensino Fernando Luís e a equipe da SEDUC estiveram no local vistoriando a unidade escolar. Júnior Percy lamentou a situação e garantiu que a prefeitura vai trabalhar para que a instituição de ensino tenha o problema resolvido.

“É uma situação que poderia ter sido evitada se a gestão passada tivesse feito o dever de casa. É necessário que as escolas e prédios públicos recebam reparos com frequência, para garantir a segurança e conforto de quem utiliza estes. Vamos fazer o possível para entregar o quanto antes a escola de volta a cidade e a população” disse o prefeito.

Júnior Percy esteve ainda na localidade Barra do Longá visitando a Unidade Escolar Jonas Escorcio, no local a equipe pode constatar mais irregularidades, uma reforma realizada no governo passado a caixa d’água da escola não recebeu reparos e agora corre risco de cair.

O prefeito determinou que a equipes da prefeitura resolva o problema para evitar maiores tragédias.

ASCOM

Prefeito Júnior Percy faz vistorias em escolas e determina reparos

O Prefeito Júnior Percy (PTB) e a secretária de Educação Iane Portela junto com sua equipe visitaram na manhã desta quarta-feira (22/02) escolas da rede municipal para conferir as estruturas das instituições de ensino que irão receber os alunos e professores para o ano letivo 2017.

O prefeito se mostrou preocupado com a qualidade do ensino e constatou que algumas escolas precisam de reparos em caráter de urgência. Dentre as escolas que irão receber reparos estão o CIEF Antônio José de Moraes Souza, a Unidade Escolar Tomaz Romão de Souza e a Escola Normal.

Júnior Percy também determinou que a Secretária de Educação ficasse vigilante e atenda as demandas das escolas do município.

O prefeito quer garantir o funcionamento das escolas para oferecer educação de qualidade aos munícipes. “Estamos vigilantes para garantir um ano letivo tranquilo. Solicitei que as escolas passem por reparos urgentes. É preciso garantir o conforto dos alunos e professores. A cidade de Buriti dos Lopes está no caminho certo e vamos continuar trabalhando muito para garantir o progresso do nosso município” disse o gestor.


ASCOM

Repasses do salário-educação chegam a R$ 12,53 bilhões

O governo federal vai aumentar os repasses do salário-educação em 7% na comparação com 2016. O Ministério da Educação anunciou a medida nesta sexta-feira (17). O valor, que foi de R$ 11,71 bilhões no ano passado, deve chegar a R$ 12,53 bilhões este ano.

“O salário-educação é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e desenvolvimento do ensino no país, ao lado do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação [Fundeb]”, disse o presidente do FNDE, Silvio Pinheiro.

O salário-educação é uma contribuição social recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social. Após a arrecadação, feita pela Receita Federal, cabe ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) repartir os recursos.

A cota estadual/municipal e a cota federal repartem 90% do valor arrecadado, sendo que a primeira recebe dois terços dessa porcentagem e a segunda, um terço. Os outros 10% devem serem utilizados em programas e ações voltados à educação básica.

A distribuição dos recursos é feita com base no número de matrículas no ensino básico. A cota correspondente aos estados e municípios é depositada mensalmente nas contas das secretarias de educação.

Já a cota federal é administrada pelo FNDE para reforçar o financiamento da educação básica. O objetivo é reduzir os desníveis socioeducacionais entre municípios e estados.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil

Prefeito Júnior Percy implanta transporte universitário em Buriti dos Lopes

A prefeitura de Buriti dos Lopes através da Secretaria Municipal de Educação implantou o transporte universitário para beneficiar centenas de alunos que não tem condições para se locomover para suas instituições de ensino.

O serviço foi interrompido após a derrota do gestor passado nas eleições municipais e com isso vários alunos foram prejudicados pelo ex-prefeito.

A SEDUC pretende beneficiar mais alunos de Buriti dos Lopes com o serviço, o prefeito Junior Percy (PTB) determinou que novas comunidades fossem beneficiadas. Segundo o gestor, a ideia é proporcionar aos alunos as condições mínimas para o aprendizado.

“Estamos estendendo o serviço por entender que é dever do município garantir o direito de aprender, as crianças, jovens, homens e mulheres que procuram por educação” disse o gestor.

Segundo a determinação do prefeito Junior Percy, o Ônibus vai sair  da comunidade da Barra do Longá,  sem transporte universitário desde que o ex-prefeito perdeu as eleições, a prefeitura também vai estender o serviço para o povoado Estreito, onde outros estudantes irão ser beneficiados.

Barra do Longá

O detalhe é que o transporte não saíra somente de Buriti dos Lopes, mas também das outras duas comunidades beneficiadas. “Ao contrário do que a oposição irresponsável inventa, o serviço é gratuito e a prefeitura não cobra nenhuma taxa. Essa é nossa obrigação com nossa cidade, se quem governou no passado não fez, não atrapalhe quem está disposto a fazer. Vamos proporcionar melhorias de vida para a nossa população através da nossa gestão” disse.

PORTAL PEDRO GUIMARAES

MP pede suspensão de processo seletivo da Seduc

O Ministério Público do Estado do Piauí, recomendou a imediata suspensão de processo seletivo simplificado promovido pela Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc), para que sejam sanadas irregularidades constatadas no Edital UGP Nº 002/2017, que prevê a formação de Cadastro de Reserva e contratação temporária para o Cargo Administrativo/Financeiro.

Foto/Reprodução Internet 

De acordo com o promotor Fernando Santos, a contratação por tempo determinado para atender a necessidade de excepcional interesse público, justamente por constituir exceção à admissão de servidor público mediante concurso público, deve obedecer a estritas condições devidamente estipuladas na lei.

O Ministério Público afirma que o edital não aponta em que consiste a necessidade temporária de excepcional interesse público ou a contingência fática que evidencia a situação de emergência. Também não há indicação do porquê os serviços não poderiam ser realizados pelo quadro de pessoal existente. O edital, ao prever a formação de cadastro de reserva, ainda está em desacordo com o disposto no artigo 3º da Lei Ordinária nº 5.309, de 17 de julho de 2003, que determina a obrigatoriedade da fixação do número de pessoas a serem contratadas e a estimativa de despesas.

Outra irregularidade indicada pelo Ministério Público é a inobservância ao Decreto nº 15.547, de 12 de março de 2014, que estabelece a obrigatoriedade da realização de prova escrita: o edital prevê apenas a análise de títulos como método de classificação dos candidatos.

Segundo o promotor Fernando Santos, foi fixado o prazo de cinco dias para que a Seduc comunique à 44º Promotoria de Justiça de Teresina o cumprimento, ou não, da recomendação, bem como as providências adotadas.

MEC deve ampliar vagas do Projovem, Pronatec e EJA no Piauí.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

A secretária da Educação, Rejane Dias, reuniu-se nesta quarta-feira, no Ministério da Educação, com a secretária da Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), Ivana de Siqueira, com o propósito de buscar mais recursos para ampliar as ações voltadas à Educação de Jovens e Adultos (EJA) no Estado do Piauí. O MEC anunciou para os próximos dias, durante o encontro, uma nova reformulação do EJA.
“Ivana Siqueira disse que a Seduc-PI tem uma excelente execução, elogiou o trabalho da nossa equipe e sinalizou que irá atender os nossos pedidos de ampliar e dar continuidade aos programas Projovem Urbano/Campo, BrasilAlfabetizado e Pronatec”, comemora Rejane Dias. “A melhor execução do Pronatec e do EJA em âmbito nacional, incluindo nos estabelecimentos prisionais, é a do Piauí. O nosso Estado é exemplo para o Brasil.”
Rejane Dias destaca, ainda, que pediu autorização para reprogramar o saldo remanescente de recursos do programa do Programa Jovem Urbano no Piauí no valor de R$ 8.104.593,00 para utilização no ciclo subsequente, considerando a finalização da execução do ciclo 2014/2016.
Metas – Segundo a secretária, a Seduc-PI trabalha a cada ano com a meta de 100 mil matrículas na modalidade de ensino EJA e a equipe faz uma busca ativa, no momento, por mais matrículas. “O Piauí tem 1,2 milhão de pessoas que precisam voltar para salas de aula, entre analfabetos absolutos e funcionais”, afirma a secretária.
“Queremos ampliar o número de alfabetizados e principalmente criar as condições, por meio de material escolar, merenda, salas de acolhimento para as mães que têm filhos, uniformes para que os estudantes possam permanecer na escola e concluir seus estudos.”
Educação Especial – A equipe da Seduc-PI tratou, ainda, dos Termos de Compromisso sem liberação financeira, gerados em 2014, no valor total de cerca de R$ 2,5 milhões e que até o momento não foram liberados, o que impossibilita a Seduc-PI de realizar licitação e executar ações propostas. A secretária pediu para a Secadi agilizar a análise e aprovações desses Termos de Compromisso, bem como as liberações financeiras, relacionadas à formação continuadas de professores da EJA; Formação de Gestores BPC- Educação Especial; Formação de Equipes de Educação nas Prisões – EJA; Educação Especial; e Formação continuada em signwriting.
A reunião contou com a presença de técnicos do MEC e das diretoras da Seduc-PI Adriana Moura e Conceição Andrade, Sicília Amazonas, e do gerente de Ensino Médio, Eduardo Castelo Branco.

Fonte: Com informações da Assessoria