Resultado do Sisu já está disponível

O resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) está disponível no site do programa. Os estudantes já podem consultar se conseguiram a vaga que pleitearam no ensino superior público. Ao todo, são ofertadas 238.397 vagas em 131 instituições públicas, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

Após estudantes manifestarem dificuldades em acessar o sistema, o Ministério da Educação (MEC) decidiu prorrogar o período de inscrição. Inicialmente, o prazo terminaria no dia 27 mas, com as falhas no site, foram prorrogadas até ontem (29). A data do resultado, no entanto, foi mantida. O período de matrícula será de 3 a 7 de fevereiro.

Foto: Divulgação/Internet

 

Demora na divulgação do resultado

O MEC não especificou a que horas o resultado seria divulgado. A espera gerou ansiedade nas redes sociais. “A única coisa que o MEC faz com pontualidade é fechar o portão do ENEM e fechar o sisu mas divulgar o resultado nada né”, diz um usuário no Twitter.

Outro comparou o resultado da prova a um novo amor: “Dormi pensando no sisu acordei pensando no sisu, parece até que tô apaixonada de novo…”, diz. “O Sisu deveria dar vaga pra nós só pelo fato da gente ficar de plantão no site”, defendeu outra usuária do microblog.

 

Lista de espera

Os candidatos que não forem selecionados na chamada regular poderão participar, a partir de hoje (30) da lista de espera. Isso pode ser feito até 10 de fevereiro. Esses candidatos serão convocados a partir do dia 16 de fevereiro, caso haja vagas remanescentes.

Para partipar da lista, basta acessar o site e clicar no campo correspondente para acessá-la. É necessário fazer o login com o número de inscrição e a senha escolhidas na hora do cadastro no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A lista é para a primeira opção de curso feita pelo estudante.

O Sisu seleciona os estudantes com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Cabe a cada instituição definir o cálculo que utilizará para a seleção dos novos alunos. Para participar do processo, o estudante não pode ter tirado nota zero na redação do exame. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem em 2016.

Seduc cumpre acordo e convoca concursados

Sinte Rejane Dias

A Seduc (Secretaria de Educação do Piauí) está convocando 340 aprovados no Concurso Público edital nº 0003/2014 e que teve validade prorrogada para o final de 2018. Durante a atual gestão, a Seduc convocou 800 concursados. Com o convocação, 25% dos 1.360 concursados que esperavam chamamento estão convocados. O Governo do Estado fechou acordo com  o Sindicato dos Trabalhadores em Educação para convocar o mesmo número em junho de 2017, e nos meses de janeiro e junho de 2018.

Os convocados devem comparecer às Gerências Regionais de Educação (GREs), conforme endereço disposto na relação dos convocados ou na Coordenação de Cadastro/UGP da Seduc, situada na Av. Pedro Freitas S/N, blocos D e E – Centro Administrativo, do dia 24 a 27 de janeiro de 2017, das 8h às 12h, munidos dos documentos originais e cópias abaixo relacionados:

Lista dos convocados 

01 – Cópia da carteira de identidade, CPF e PIS/PASEP constando a data de cadastramento;

02 – Cópia de certidão de nascimento/casamento;

03 – Cópia de comprovante de residência com endereço atual;

04 – Cópia do título de eleitor/ quitação eleitoral;

05 – Cópia do comprovante de reservista (homem);

06 – Cópia do Diploma e Histórico da Licenciatura para a qual foi aprovado(a).

COMUNICADO

A PREFEITURA MUNICIPAL, ATRAVÉS DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO COMUNICA TODA A COMUNIDADE BURITIENSE QUE ESTÃO ABERTAS AS MATRICULAS PARA A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS PARA O ANO DE 2017. PARA AQUELES QUE DESEJAM CRESCIMENTO PESSOAL, CONTINUIDADE NOS ESTUDOS E ESTAR PREPARADOS PARA O MERCADO DE TRABALHO, AINDA HÁ VAGAS NAS ESCOLAS CIEF, NAZILA PIRES E MARIA TEREZA.

Prefeitura amplia serviços de internet na Zona Rural de Buriti dos Lopes

Desde a última sexta-feira (13), a Secretaria Municipal de Educação iniciou a troca dos equipamentos de internet das escolas rurais.

Trata-se do sistema V – Sat, com a substituição da tecnologia KU pela KA (banda larga – 2 mega).

As escolas contempladas são: * Jonas Escorcio – Barra do Longá; * José Lucas Leodidos – Coroa; * Santa Luzia – Carrasco; * Merval Neres – Ponte do Jandira; * Padre Oney – Assentamento Josué de Castro; * Clementino José de Sousa – São Domingos; * N. S. de Fátima – Salgadinho; * João da Cruz de Sousa – Cedro; * Pedro II – Espírito Santo de Cima; * Guilherme Portela – Passagem das Canoas.

ASCOM

Mais um descaso com uma escola deixada pela gestão do ex-prefeito Derrotado Bernildo Val (PSD)

Na Educação não são poucas as denuncias que nossa redação vinha recebendo e a cada denuncia íamos até o local para constatarmos o que de fato estava acontecendo.

A exemplo, a Escola Municipal Bernardino Leocádio do Rego na localidade estreito que foi entregue em estado deplorável, em total situação de abandono.

Ao chegarmos ao local nos deparamos com carteiras, mesas, ventiladores, janelas, armários e outros materiais totalmente quebrados. A população buritiense passou os quatro anos esperando a reforma desta unidade escolar. É uma vergonha a situação em que se encontra a Escola Municipal.

Quando fazemos uma matéria sobre denúncia de algo, é a base de provas. Quando soltamos uma matéria, ela é de fato verídica. Hoje a oposição quer tentar a todo custo comparar 16 dias da gestão do prefeito Júnior Percy, com os 4 anos de desastre do ex-prefeito Bernildo Val (PSD).

 

MEC vai liberar R$ 10 milhões para Uespi expandir ensino

A Universidade Estadual do Piauí (Uespi) deve ganhar cerca de R$ 10 milhões para investir no ensido da instiuição. A verba, oriunda de emendas parlamentares federais, deve ser usada na expansão do Ensino a Distância e de cursos de graduação para mais 60 municípios.

A liberação dos recursos deve ser realizada pelo Ministério da Educação, depois de uma renião entre o governador Wellington Dias, o reitor da universidade, Nouga Cardoso e o ministro da Educação, José Mendonza Bezerra Filho, nesta terça-feira(10), em Brasília.
“Será um grande avanço na Educação superior do Piauí e a Universidade Estadual tem a grata satisfação de levar a diante a política educacional defendida pelo governo”, disse Nouga Cardoso.
Segundo o governador, foi uma agenda positiva para o Estado, já que o recurso ajudará a implementar o plano de desenvolvimento institucional da Universidade Estadual do Piauí.
Wellington Dias comenta que nessa audiência foi possível pactuar com o  ministro José Mendonça Bezerra Filho as condições de ampliar algo em torno de 25% das vagas e garantir que o Estado possa fazer a expansão do ensino superior, no modelo de ensino a distância.
Ainda segundo Wellington, também foi proposto ao ministro da Educação, um projeto apresentado pelo deputado Assis Carvalho no sentido de implantar Universidade Federal, em Oeiras, já que a cidade comemora 300 anos de emancipação política e essa seria uma conquista essencial para o município.
Da redação
redacao@cidadeverde.com

Imepi: operação ‘Volta as aulas’ em papelarias tem fiscalização iniciada

O Instituto de Metrologia do Piauí inicia, nesta quarta-feira, a operação “Volta às aulas” para fiscalização da venda de material escolar em papelarias, com previsão de encerramento no próximo dia 25 deste mês.

Uma das frentes da ação tem como alvo tintas, colas e massas de modelar para averiguar o aspecto quantitativo, observando se o que é informado no rótulo corresponde efetivamente ao conteúdo da embalagem.

A outra frente focaliza a qualidade de produtos, certificados pelo Inmetro, como lápis de cor, borrachas e giz de cera. Nesse caso, os fiscais verificam se os produtos são vendidos conforme determinam as normas, visando minimizar a possibilidade de acidentes de consumo que coloquem em risco a saúde e segurança das crianças.

O processo de fiscalização se inicia com a coleta dos produtos pelo setor de pré-medidos do Imepi, onde os fabricantes serão comunicados formalmente da data e hora da perícia. Após a perícia, caso o resultado seja insatisfatório, o fabricante será autuado e multado. As multas variam de R$ 100 reais e R$ 1.500 reais.

O diretor-geral do Imepi, Maycon Danilo, orienta aos pais para que busquem adquirir os produtos escolares no comércio formal, com a exigência da nota fiscal da compra.

“Desta forma, caso haja algum problema referente ao produto, é possível reclamar junto ao fabricante, bem como denunciá-lo ao Imepi. Também é importante comprarprodutos com o selo do Inmetro, que comprova que o item passou por testes laboratoriais e está apto ao consumo humano”, explica Danilo.

Caso o consumidor desconfie de alguma irregularidade ele ainda pode denunciar à Ouvidoria do Imepi, por meio do telefone 0800 281 1411. A ligação é gratuita.

(Com informações da Ccom)

Piauí recebe repasse para complementar piso salarial dos professores

O ministro da Educação e Cultura, Mendonça Filho

Os repasses do governo federal para complementar o piso salarial dos professores em Estados com mais dificuldades financeiras deixarão de ser feitos em uma parcela única e passarão a ser mensais a partir do ano que vem. A medida irá incluir o Piauí e mais oito estados.

Uma resolução acordada em 2012 por uma comissão de financiamento da educação básica prévia que o repasse da verba fosse feito apenas no mês de abril subsequente ao ano de competência. Foi assim até o ano passado. Neste ano, o MEC vai pagar o total de R$ 1,25 bilhão – recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação  (Fundeb) – até está quinta-feira.

Para 2017, porém, o montante aumenta para R$ 1,29 bilhão e será pago mês a mês. O objetivo é dar “fôlego” aos Estados e municípios, aprimorando o fluxo financeiro e dando mais previsibilidade, disse o secretário adjunto do Tesouro Nacional, Adriano de Paula. A medida, segundo Mendonça, foi articulada entre MEC, Tesouro e Ministério da Fazenda, com anuência do presidente Michel Temer.

“Antes, o atraso era uma espécie de pedalada legal, pois adiava um pagamento que deveria ser cumprido dentro do ano fiscal. Os números da Fazenda devem retratar a realidade, e não maquiá-la, dando sensação de melhor ou pior saúde financeira”, criticou o ministro.

As mudanças nos parâmetros operacionais do Fundeb estão publicadas em portaria no Diário Oficial da União desta terça-feira. A lei que regulamenta o Fundeb prevê que 10% de recursos da complementação da União ao fundo possam ser distribuídos para os Estados cujos valores anuais por aluno não alcancem o mínimo exigido nacionalmente.

Ainda de acordo com a portaria, esse valor passa de R$ 2.739,77 para R$ 2.875,03.

O piso nacional dos professores, atualmente, é de R$ 2.135,00. Um novo reajuste deve sair até o dia 15 de janeiro, segundo Mendonça.

– See more at: http://www.jornaldacidadepi.com.br/detalhe.php?n=13944&e=1#sthash.wk0zgIdQ.dpuf

Prazo de renovação do FIES termina nesta sexta, 30

Prazo de renovação do FIES termina nesta sexta, 30
 Estudantes que ainda não concluíram seu aditamento precisam se apressar

Os estudantes que ainda não concluíram a renovação do contrato do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) devem ficar atentos, pois o prazo final termina nesta sexta-feira, 30 de dezembro. Outro prazo que também se encerra essa semana, quinta-feira, 29, é para que os agentes financeiros – Banco do Brasil e Caixa Econômica – recebam os Documentos de Regularidade de Matrícula (DRMs) emitidos a partir do dia 25 de novembro e que estejam com o prazo de comparecimento ao banco expirado.

O presidente do FNDE, Silvio Pinheiro, esclarece ainda que os problemas apresentados no recebimento de documentos pelos bancos já foi resolvido. “Quem procurou os agentes financeiros e não conseguiu fazer o aditamento na semana passada pode se dirigir novamente às instituições financeiras, porque os gargalos já foram todos solucionados. Mas é preciso comparecer logo e não deixar paraa última hora”, conclui.  O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) decidiu estender o prazo de aditamento e prorrogar a validade dos DRMs para que nenhum estudante fosse prejudicado.

Os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas faculdades e, em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas instituições no Sistema Informatizado do Fies (SisFies).

No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o estudante precisa levar a documentação comprobatória ao agente financeiro para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.