Aposentadoria: Temer quer aprovar pelo menos idade mínima

Depois de admitir que o governo não tem, hoje, votos suficientes para aprovar a reforma da Previdência e que, “sozinho”, não teria como bancar a medida, o presidente Michel Temer (PMDB) dá continuidade nesta quarta-feira (08) a sua estratégia de tentar reagir e mudar o cenário considerado difícil para a medida na Câmara dos Deputados.

Às 9h30, ele marcou uma reunião com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), com os ministros Henrique Meirelles (Fazenda) e Eliseu Padilha (Casa Civil), com o secretário da Previdência, Marcelo Caetano, e com o relator da reforma na Câmara, deputado Arthur Maia (PPS-BA), para tratar do tema.

Segundo assessores, o presidente quer discutir com os deputados e os integrantes de sua equipe “até onde dá para negociar a proposta que está na Câmara e fechar um novo texto para levar aos líderes dos partidos aliados”.

A reunião foi marcada como uma última cartada do governo para tentar aprovar a proposta, após a reação negativa do mercado às declarações do presidente de que o governo “sozinho” não tem votos atualmente para aprovar a reforma da Previdência. Como reflexo da declaração, a bolsa caiu e o dólar subiu.

Dentro da equipe de Temer, a ideia é fechar um texto bem enxuto, baseado em idade mínima de 65 anos para homens e 62, para mulheres; tempo de contribuição menor do que o proposto inicialmente, de 25 anos podendo cair para 15 anos; unificação dos sistemas público e privado de aposentadoria, definindo que ninguém pode se aposentar com um valor acima do que hoje seria de R$ 5.531.

Os demais pontos seriam retirados, como mudanças na aposentadoria do trabalhador rural, no sistema de pensões e de benefícios de prestação continuada.

Fonte: G1

Alvaro Dias convida João Vicente Claudino para se filiar ao Podemos

A correspondente da Rede Meio Norte em Brasília, jornalista Samantha Cavalca, informou em primeira mão no quadro “Jogo do Poder” no programa Agora na tarde desta terça-feira (07), que o senador Alvaro Dias, do Podemos, convidou João Vicente Claudino para se filiar ao partido.João Vicente teve um dia de muitas reuniões na capital federal, principalmente encontros no Senado.

Ex-senador João Vicente Claudino (Crédito: Reprodução)
Ex-senador João Vicente Claudino (Crédito: Reprodução)

A primeira reunião aconteceu com o senador Elmano Férrer. Junto com o ex-senador João Vicente ele trouxe um grupo de empresários. Eles discutiram sobre a questão da pauta fiscal, sobre como essa meta de aumento de impostos pode prejudicar a geração de empregos. João Vicente veio discutir esse assunto com Elmano.

João Vicente esteve reunido com o senador Alvaro Dias, do Podemos, ocasião em que ocorreu o convite para filiação. A negociação incluiria que o ex-senador fosse o presidente da sigla em nível regional. Vale lembrar qe quem ocupa a vaga atualmente é o deputado Silas Freire.

O jornalista Arimateia Carvalho informou que Silas se manifestou sobre a possível filiação. “Se ele vir para o partido será bem-vindo. A gente não quer é um sem voto aí que queria vir para o Podemos e que não possuem votos. Esses sem votos nós não queremos. O João Vicente nós queremos, embora ele seja um filho de papai”, teria dito o deputado Silas Freire.

Conforme informou Samantha, houve um convite formal do Podemos e que foi feito por Alvaro Dias que, embora não seja o presidente do Podemos, é a maior liderança nacional. A presidente do partido é a deputada Renata Abreu.

Alvaro Dias chegou a convidar alguns nomes, advogados bem conhecidos do Piauí como José Norberto Campelo e Sigifroi Moreno. Essa negociações, entretanto, não evoluíram. Eles até o momento não se filiaram. Norberto Campelo estaria interessado na presidência regional do Podemos, e por conta disso não fecharam acordo.

Para o editor de Política do Jornal Meio Norte e comentarista do Jogo do Poder, jornalista Ananias Ribeiro, Alvaro Dias já está pensando em sua pré-candidatura à presidência. Para ele, o senador quer que o Podemos tenha bases fortes, candidatos fortes no estados, através de filiação de advogados, filiação de Silas Freire e João Vicente Claudino.

Ananias Ribeiro acredita que há prorrogativa de estar trabalhando a construção, embora costurar esses acordos com os estados se torne difícil. É possível a ida de João Vicente para o Podemos, mas ele enfrentará à resistência de quem hoje é o presidente do partido, deputado Silas Freires, que também pensa em sua releição. Estar à frente do partido é essencial, estratégico para se reeleger na Câmara.

Zé Filho diz que oposição deve apresentar nomes viáveis em 2018

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI), o ex-governador Zé Filho (sem partido) disse que a oposição piauiense deve fazer um trabalho de preparação e apresentar nomes viáveis para disputar o governo do Piauí nas eleições de 2018. Ele ainda falou do modelo administrativo que deveria ser adotado pelos governantes do Palácio de Karnak.

“Acho que a oposição deve ter uma, duas ou mais candidaturas contra tudo que está colocado aí. Nós defendemos nomes viáveis, competitivos, com pessoas que possam fazer algo melhor pelo Governo do Estado. Você não pode querer passar para o povo um custo, enquanto não se faz nada para mudar as coisas”, disse o ex-governador.
Zé Filho falou também que o Estado precisa de um modelo de gestão empresarial. “Precisamos de um modelo de gestão que seja empresarial, que trate o estado como uma empresa porque quem é o grande gerador de empregos no Brasil não é governo, são os empresários. O governo não gera dinheiro, o dinheiro é do povo.”

Fonte: GP1

Temer começa a tirar cargos de deputados ‘traidores’

© Foto: AP Brasília – O presidente Michel Temer deu início às punições dos deputados que votaram contra ele na segunda denúncia. O governo exonerou nesta segunda-feira, 30, o diretor de Gestão Interna da Embratur, Tufi Michreff Neto, apadrinhado do deputado Mauro Mariani (PMDB-SC). A decisão foi publicada em portaria no Diário Oficial da União.

As exonerações, num primeiro momento, devem se concentrar nos apadrinhados desses deputados, e alcançar seis cargos no segundo e terceiro escalões do governo.

Nos próximos dias, Temer também deve exonerar os afilhados políticos do deputado Jaime Martins (PSD-MG) no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

As exonerações, num primeiro momento, devem se concentrar nos apadrinhados desses deputados, e alcançar seis cargos no segundo e terceiro escalões do governo.

Nos próximos dias, Temer também deve exonerar os afilhados políticos do deputado Jaime Martins (PSD-MG) no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Com pouco mais de 100 mil eleitores quantos deputados estaduais de Parnaíba faremos ?

 

 

 Com 7 nomes (sem contarmos os candidatos nanicos) na disputa até agora para 2018, Parnaíba mal deve fazer 2 eleitos. Haverá muita fragmentação de votos na cidade, sem falarmos de políticos de outras regiões que sempre contabilizarão votos por aqui. Votos divididos, candidatos enfraquecidos. Rima perversa. Com esse cenário, a certeza de vitória vai para quem tem mais capilaridade eleitoral no Piauí: ex-governador Zé Filho. 

Por Ribamar Aragão 

Lula e Bolsonaro liderariam eleição presidencial em 2018, segundo Ibope

 

Em sua primeira pesquisa de avaliação da corrida presidencial de 2018, o instituto de pesquisas Ibope avalia que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estaria na frente com um mínimo de 35% das intenções de voto.

O resultado dessa consulta, que traz, ainda, outros cenários para a disputa, foi divulgado na manhã deste domingo, 29, pela coluna do jornalista Lauro Jardim, de O Globo. Neste caso, o deputado Jair Bolsonaro (PP) teria 15% da preferência dos eleitores.

Outros candidatos
Com Lula no cenário, a pesquisa coloca Marina Silva (REDE) em terceiro, com entre 8% e 11% da preferência do eleitorado.

Aqui, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), o apresentador de televisão, Luciano Huck, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) disputam em um grupo secundário, com intenções de voto que giram entre 5% e 3%.

Sem o ex-presidente na jogada, Marina passa a liderar a corrida presidencial empatada com Bolsonaro e com 15% das intenções de voto. Neste caso, o apresentador Luciano Huck surge em terceiro, com 8%. Ciro Gomes, Alckmin e Doria aparecem com entre 7% e 5%.

A pesquisa, lembra a coluna de O Globo, foi realizada neste mês com pouco mais de 2 mil pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Ex-prefeito, esposa e três sobrinhos são presos por desviar R$ 2,7 milhões

 

O ex-prefeito  do município de Prata do Piauí, Antônio Parambu, e a ex-primeira-dama, Mirly Machado, estão entre as 10 pessoas que foram presas pela Polícia Federal na manhã de hoje. Eles foram alvos da Operação Argentum, que desbaratou a organização criminosa que desviou pelo menos R$ 2.730.000 de recursos do FUNDEF, dinheiro que devia ter sido gasto na melhoria das escolas do município.

Entre os presos estão ainda três sobrinhos do ex-prefeito, cada um deles proprietário de uma empresa de fachada usada para lavagem do dinheiro desviado. Outros três empresários e dois membros da comissão de licitação da prefeitura também foram presos. Cinco pessoas foram conduzidas coercitivamente para prestar esclarecimentos à Polícia Federal e três pessoas estão foragidas.

Matéria Original

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (26/10) a Operação Argentum, voltada para desarticular uma organização criminosa que atua nos estados do Piauí, Ceará e Maranhão.Ao todo, a ação vai dar cumprimento a 13 mandados de prisão temporária nas cidades de Teresina, Demerval Lobão, Prata do Piauí, Timon (MA), Caxias (MA), Crateús (CE), Independência (CE), Parambú (CE) e Tamboril (CE).

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara da seção judiciária do Piauí, e determinam ainda a apreensão de veículos de luxo, sequestro de bens e bloqueio de contas dos envolvidos no esquema. Em abril deste ano, foi instaurado um inquérito policial depois de uma inspeção realizada pela Controladoria-Geral da União que constatou contratações irregulares e movimentações bancárias atípicas com recursos federais recebidos pelo município de Prata do Piauí.

Em nota, a Polícia Federal informou que a investigação e o cumprimento dos mandados são realizados em parceria com a Rede de Controle, formada pela Controladoria Geral da União, Tribunal de Contas da União e Tribunal de Contas do Estado do Piauí.

Além disso, a investigação revelou que empresas, tendo como sócios parentes do ex-prefeito e que atuam nestas como “laranjas”, foram utilizadas para a ocultação de patrimônio em seu favor, em ação de lavagem de dinheiro, através da criação de uma farmácia e um posto de combustíveis.

O nome da Operação faz alusão ao elemento químico Prata, nome da cidade beneficiada com os recursos desviados do FNDE, cujo nome em latim é Argentum.

ROBERT RIOS CLASSIFICA DEPUTADO COMO COVARDE

Robert Rios usou rede social para alfinetar colega (Foto: Reprodução/Facebook)      Robert Rios usou rede social para alfinetar colega (Foto:                                   Reprodução/Facebook)

O deputado estadual Robert Rios (PDT) começou a segunda-feira (23) bastante afiado nas redes sociais. Pouco depois das 7h da manhã, ele jogou uma indireta [bem direta] para um parlamentar da oposição que fica “em cima do muro” e não toma uma posição como opositor.

“Deputado de oposição, covarde, que fica em cima do muro, não merece o respeito do povo”, escreveu Robert em seu perfil no Facebook.

O deputado do PDT tem se mostrado incomodado com colegas que se dizem da oposição, mas não adotam tom crítico contra o governador Wellington Dias (PT). Para Robert, não se pode ficar em cima do muro diante da situação em que o petista conduz a gestão estadual.

Rejane destina R$ 10,3 milhões em emendas

rejane dia elisabethsa.com.br

A deputada federal Rejane Dias (PT) destinou R$ 10.340.590,00 em emendas parlamentares individuais ao Orçamento de 2018 para o Estado do Piauí. Os recursos objetivam apoiar projetos de desenvolvimento sustentável para fortalecimento da capacidade produtiva dos municípios, construir cisternas, adquirir veículos para renovar o transporte escolar, fomentar o “Projeto Música para Todos”, incentivar os esportes educativos, aprimorar os serviços de saúde, comprar veículos para o transporte de pacientes e para dar suporte ao Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONEDE-PI)

Rejane Dias também destinou recursos para construção de praças de eventos em vários municípios, dentro da modalidade “Apoio à Política Nacional de Desenvolvimento Urbano”, do Ministério das Cidades. E também  recursos para renovar a frota de ônibus escolares do Piauí, por intermédio do FNDE – “Aquisição de veículos para o transporte escolar da Educação Básica”, especialmente nas áreas rurais. “Essa ação tem impacto extremamente positivo na ampliação do acesso e permanência dos alunos nas escolas”, observa a parlamentar, que atualmente ocupa o cargo de secretária estadual de Educação.

Picos – Por meio de emenda de bancada, Rejane Dias decidiu destinar, ainda, R$ 60 milhões exclusivamente para a reestruturação do Curso de Medicina da UFPI em Picos.. “O campus precisa de novas salas de aula e laboratórios para possibilitar o ingresso de duas turmas de 30 alunos por ano.”

Emendas

– Apoio a projetos de desenvolvimento sustentável para fortalecimento da capacidade produtiva dos municípios

– Construção de cisternas

– Aquisição de tratores e caminhão 3/4

– Construção de passagens molhadas

– Reforma e conclusão de estádios

– Construção de praças de eventos

– Construção de Academia de Saúde

– Renovação da frota de ônibus escolares

– Projeto Música para Todos

– Construção de salas de aula e de laboratórios no Campus do curso de Medicina de Picos

– Aquisição de veículo para o CONEDE-PI

– Apoio à manutenção de unidades de saúde

– Reforma de hospital

– Construção de unidade de atenção especializada

– Aquisição de equipamentos para unidades de atenção básica

– Aquisição de veículos Vans para transporte eletivo (de pacientes)

– Construção de unidade básica de saúde

PMDB, PT E PSDB terão mais de meio Bilhão do fundo eleitoral

Um cálculo realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral, o TSE, mostra quanto cada partido levará do fundo eleitoral, aprovado na semana passada pelo Congresso, para as próximas eleições. O valor total é de R$ 1,7 bilhão. Grande parte da quantia será destinada aos três maiores partidos brasileiros: PMDB, PT e PSDB. Juntos, eles terão aproximadamente R$ 577 milhões.
Veja como fica a distribuição: O partido com a maior bancada, PMDB, terá R$ 222,5 milhões, seguido pelo PT, com R$ 179,8 milhões e PSDB, com R$ 174,6 milhões. O PP contará com R$ 132,6 milhões, o PR com R$ 106,6 milhões e o PSD com R$ 101 milhões. Ao todo, são seis partidos que recebem uma verba maior do que R$ 100 mil. DEM, PSB e PTB ficam com R$ 77,1 milhões, R$ 55 milhões e R$ 51 milhões, respectivamente.
Os partidos menores, PPL, PSTU, PCB, PCO PMB e Novo, ficam com R$ 874 mil cada. Como ressalta o site Buzzfeed, é importante lembrar que o valor registrado corresponde apenas ao primeiro turno. As regras para o segundo turno indicam que o valor disponível será correspondente a 2% do total, dividido igualmente entre todos os partidos, com 49% do valor dividido de acordo com o número de votos de cada partido na Câmara Federal, 34% em relação ao número de deputados federais e 15% em relação ao número de senadores.