"Eu nem me dirijo à imprensa porque eles me batem demais,isso é porque eu não dou meus cinqüenta reais”, disparou o vereador Foguinho

O vereador Marcos Menezes “foguinho” (PSL), usou a palavra na sessão ordinária desta quinta-feira (08), para direcionar parte de seu discurso à imprensa de Parnaíba, mas também fez questão de provar para o colega Gerivaldo Benício (PR) ausente na sessão, que não é “mentiroso” .
 
Marcos Menezes apresentou seus requerimentos e lamentou que o colega Gerivaldo não estava presente, “foguinho” disse que iria provar que não é mentiroso, referindo-se ao requerimento do cemitério do bairro Catanduvas, onde foi contestado pelo vereador Diniz (PRTB) que afirmou que o cemitério citado, não teria necessidade de limpeza porque já havia recebido tal ação. O vereador apresentou uma foto do local e reafirmou que o cemitério precisava de uma limpeza. Em tom de ironia “foguinho” disparou contra a imprensa presente, atribuindo aos blogs a culpa de ter repercutido uma nota publicada aqui no Blog do Tiago Mendes. “ disseram aí que o Gerivaldo tinha me calado eu queria que ele estivesse aqui para ver que não era minha mentira ” disse.
 
Menezes não poupou nem a presidente da câmara Francisca Neta (PPS) ele disse o seguinte: “ eu queria uma agilidade na votação, já que meus requerimentos estavam engavetados ” , e, logo foi respondido “ nenhum projeto aqui fica engavetado” respondeu Neta. E, não parou por aí, “foguinho” cometeu um equívoco em seu requerimento o vereador se refere ao secretário de serviços urbanos e defesa civil Paulo Meireles como um superintendente, como mostra a foto abaixo.
 
 
Quando voltou a criticar a imprensa, o vereador debochou do trabalho sério da comunicação parnaibana ao dar entender que todo meio de comunicação tem um preço “ eu nem me dirijo à imprensa porque eles me batem demais, isso é porque eu não dou meus cinqüenta reais ” ironizou em meio aos risos. E, para fechar com a frase de ouro Marcos Menezes encerrou dizendo “ podem me bater, o meu Senhor me blinda ” finalizou. 

Deixe uma resposta