Governo do Estado quer priorizar aeroportos regionais pelo interior

O Governo do Piauí irá investir em ampliação e melhoria de seus aeroportos regionais como estratégia para fortalecer pólos de desenvolvimento do Estado. Na próxima quarta-feira (23), secretário e técnicos da Secretaria Estadual de Transportes (Setrans) reúnem-se em Brasília com a equipe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República para definir investimentos no setor. O governador Wilson Martins priorizou oito aeroportos, dentre eles os de Bom Jesus e Uruçui, pólos do agronegócio.
Aeroporto Internacional de Parnaíba

A escolha dos aeroportos do interior que receberão investimentos do Governo leva em conta o potencial econômico ou turístico dos municípios. Os municípios priorizados são: Bom Jesus, Corrente e Uruçuí, em virtude do agronegócio; Pedro II e Oeiras pelo potencial turístico; Paulistana por conta da força do polo ferrífero e da ferrovia Transnordestina; Elizeu Martins em função da instalação de uma Zona de Processamento de Exportações e da Transnordestina; Teresina.
O Piauí está sendo incluído na segunda fase do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (PROFAA), destinado ao melhoramento e expansão de aeroportos e aeródromos de interesse estadual ou regional.
Os investimentos do PROFAA visam ao reforço da segurança e do conforto dos usuários da aviação regional, através de convênios para investimentos em construção, reforma e adequação de aeródromos e aeroportos de interesse regional e estadual.
Segundo o governador Wilson Martins, a aviação regional é um setor importante, onde o investimento público se reverte em melhores condições de desenvolvimento econômico, além de facilitar o acesso.
“Serão aeroportos praticamente novos, com pavimentação asfáltica de pistas e dos acessos, além de balizamento noturno nos principais”, adiantou o secretário Avelino Neiva. A definição de investimentos será pactuada durante a reunião com a SAC-PR.
Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Deixe uma resposta