Grupo do prefeito Firmino Filho prepara caminho para chegar ao Karnak lentamente

Firmino Filho
Firmino Filho
O clima nas ruas já indicava o que pesquisas precoces em torno das preferências eleitorais  estão revelando: a eleição de governador está longe de ter favoritos. Um resultado a ser analisado com muita cautela e despreendimento é o da última eleição de prefeito de Teresina. Firmino Filho venceu em circunstâncias adversas. Bateu por uma diferença muito pequena Elmano Ferrer, um candidato que adquirira grande popularidade, que estava no poder e tinha, pelo menos oficialmente, o apoio do ex-governador Wellington Dias e o do governador Wilson Martins.
Foi indiscutivelmente uma proeza da oposição, que conseguiu emplacar um discurso segundo o qual era o povo contra o “blocão” do poder. O erro de perspectiva do grupo vencedor, na minha modesta e despretensiosa visão, foi não ter, em nome da futura governabilidade da capital, levado para o interior o mesmo clima de mudança, talvez por falta de pregadores ou mesmo vocação para um feito mais amplo em 2014.
Venceu, a meu ver, o discurso da praticidade: melhor governar bem Teresina, fazer uma aliança mais pragmática e deixar o vôo longo para 2018, ou, quem sabe, chegar pelas beiradas, já em 2014, emplacando um vice de um candidato com perspectivas de poder, de preferência alguém que não tenha pretensão ou não possa, por lei, se candidatar a reeleição.

Por isso Silvio Mendes não se sentiu à vontade para colocar, como queria, imediatamente o discurso de candidato a governador nas ruas eufóricas com a vitória sobre o esquema que apoiara Elmano. Para as pretensões do médico ex-prefeito não há dúvida de que o momento era aquele, das comemorações em torno da vitória apertada e que em alguns momentos pareceu estar escapando.

Serenados os ânimos da campanha com o passar dos dias, Silvio receberia outros sinais de que a prioridade do PSDB do Piauí não é uma candidatura a governador. A análise dos estrategistas mais próximos de Firmino é lúcida e pode até ser a mais correta e segura para quem almeja governar o Estado.

Deixe uma resposta