Homofobia continua sendo pratica comum nas ruas de Parnaíba (PI)  

Apesar de vivermos em um país que se diz democrático, onde é livre a escolha de opção sexual das pessoas, é comum encontrarmos ainda por todo Brasil casos de homofobia, em Parnaíba não é diferente. Vez ou outra nos deparamos com casos homofóbicos na cidade, agressões verbais e físicas e inclusive homicídios já ocorreram em Parnaíba simplesmente por preconceito ou algo do gênero.
Homofobia é uma série de atitudes e sentimentos negativos em relação a pessoas homossexuais, bissexuais e, em alguns casos, contra transgêneros e pessoas intersexuais. As definições para o termo referem-se variavelmente a antipatia, desprezo, preconceito, aversão e medo irracional. A homofobia é observada como um comportamento crítico e hostil, assim como a discriminação e a violência com base na percepção de que a orientação não heterossexual é negativa.
Essa pratica é realizada por pessoas de todas as classes, idades e não tem horário e local. Redes Sociais, eventos, no meio da rua e às vezes até em casa. O pior é quando está homofobia é realizada com agressões físicas e isso está comum para a infelicidade das pessoas de bem.
Um dos casos mais violentos de violência contra homossexual na qual já registramos em Parnaíba é a morte do travestir Joales dos Santos, 22 anos, conhecido como “Michelle Santos”. Após fazer um programa Michelle foi assassinada com um tiro no peito. Para a polícia o crime pode ter sido por discordância no valor do programa, mas para a população foi mais um caso de ‘homofobia’ e que até agora não foi solucionado.
Roberto William para o SIM NOTICIAS PARNAÍBA

Deixe uma resposta