Jornais da Espanha se dividem entre clima de revanche e show de Neymar

Por GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro

De um lado, o aviso é bem claro: “Nós voltaremos”. Do outro, o clima é de festa para Neymar. Um dia após a derrota por 3 a 0 diante da seleção brasileira na decisão da Copa das Confederações, no Maracanã, os principais jornais esportivos da Espanha encararam o vice-campeonato de maneiras distintas. Enquanto os catalães “Sport” e “Mundo Deportivo” exaltaram a participação do novo astro do Barcelona na final – e na competição, de modo geral -, os diários “Marca” – que, em seu site, chamou o camisa 10 de rei – e “As”, de Madri, foram bem claros ao avisar que estarão de volta no ano que vem para buscar o bicampeonato mundial.

Neymar e Fred na capa do Mundo Deportivo (Foto: Reprodução)Neymar se coroa: jornal catalão destaca atuação de
Neymar na vitória no Maracanã (Foto: Reprodução)

Não que os jornais da capital espanhola tenham ignorado de completo a mais nova estrela do Barcelona. Pelo contrário. Por exemplo, o “As”, que tentou criar um clima de rivalidade com o Brasil ao longo da competição, se rendeu ao camisa 10 da Seleção ao dizer que Neymar confirmou seu status de astro internacional graças ao desempenho durante a Copa das Confederações.
Imprensa espanhola cria sua versão própria do Maracanazo: ‘Maracantazo’
O “Marca” também noticiou a derrota na final com o aviso de que estará de volta daqui a um ano. Além disso, reclamou da “permissividade do árbitro nas contínuas faltas dos brasileiros”. Mas, a exemplo dos colegas do “As”, o diário exaltou Neymar, chamando-o de Rei, e a atuação da Seleção, especialmente em cinco itens: concentração, rapidez, intensidade, condição física e no futebol.

Reprodução capa jornal Sport.es (Foto: Reprodução)Imprensa de Barcelon preferiu exaltar atuação de Neymar contra a Espanha (Foto: Reprodução)
Reprodução jornal AS final copa das confederações (Foto: Reprodução )Jornal dá o recado: voltaremos (Foto: Reprodução )

Diferentemente dos concorrentes de Madri, os jornais de Barcelona deram mais destaque ao brilho de Neymar, deixando a queda da equipe de Del Bosque em segundo plano. Tanto o “Mundo Deportivo” quanto o “Sport” destacaram que o novo craque blaugrana parou a Espanha com um golaço e, não satisfeito, ainda faturou o prêmio de melhor jogador do torneio. Nada de rivalidade, revanchismo ou possíveis citações ao Mundial do ano que vem em suas respectivas manchetes.
Se os jornais catalães já trataram a derrota espanhola desta maneira, quase não é preciso falar do Barcelona, que “comemorou” a vitória da equipe de Felipão. No site oficial do clube catalão, dizia que o Brasil de Neymar e Daniel Alves venceu a Copa das Confederações de 2013, dando destaque – evidentemente – para os seus jogadores.
Na Velha Bota, quem ganhou as manchetes foi Buffon. Também pudera, afinal, o goleiro da Itália pegou três pênaltis na disputa de terceiro lugar contra o Uruguai, após o empate em 2 a 2 no tempo regulamentar. Ainda assim, o “Corriere dello Sport” tratou de dar um espaço generoso para Neymar, chamado de fenômeno pelo diário.

MONTAGEM - JOrnais tuttosport e corriere dello sport (Foto: Reprodução )Tuttosport e Corriere dello Sport destacam a atuação de Buffon (Foto: Reprodução )
Reprodução capa jornal Marca (Foto: Reprodução)Marca segue a linha do As ao avisar que a Espanha voltará no ano que vem (Foto: Reprodução)
Neymar Capa Marca (Foto: Reprodução / Marca.com)Neymar é chamado de rei no site do ‘Marca’ (Foto: Reprodução / Marca.com)

Deixe uma resposta