Lideranças petistas continuam a doar para mensaleiros

As doações para os petistas acusados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de participarem do esquema do Mensalão continuam. Através da rede social Facebook o deputado estadual Marlong Solano (PT) e o ex-secretário estadual de comunicação do governo de Wellington Dias (PT), Oscar de Barros, informaram que já realizaram suas doações.

O deputado informa ao amigo através da rede social que contribui com R$ 500 para o pagamento da multa do ex-deputado José Jesuíno e que vai contribuir também com o mesmo valor para o pagamento da multa do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. Ambos e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares foram condenados por participar do esquema de desvio de dinheiro público e pagamento de mesada à base aliada no governo Lula.

Para Marlong Solano e para Oscar de Barros, as doações são uma forma de mostrar a indignação com a decisão do STF, que além de condenar os políticos fixou multas para cada um dos condenados. A multa de José Dirceu foi a mais cara entre os petista, o Supremo determinou que ele terá que pagar R$ 971 mil imposta , já José Genoino foi condenado a multa de R$ 765 mil e Delúbio Soares a R$ 575 mil.

Até o inicio da tarde desta quinta-feira (20) José Dirceu já havia captado R$ 763.711,45. Enquanto a família de Genoino arrecadou R$ 761,9 mil, pagou a multa de R$ 667,5 mil e doou um excedente de R$ 94,4 mil para Delúbio. O ex-tesoureiro, por sua vez, conseguiu mais de R$ 1 milhão, pagou R$ 466,8 mil e usará R$ 372 mil para pagar a multa do ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha, também condenado e preso.

A presidente estadual da sigla, Regina Sousa, a deputada Rejane Dias e o senador Wellington Dias confirmaram que já fizeram suas doações. Para a parlamentar o ato de doar para os “companheiros”, expressão pela qual os petistas se tratam, a doação para os colegas de partido é uma forma de solidariedade. “Não é só na hora boa que temos que estar ao lado deles, mas na tristeza também. Temos que ajudar a eles e às suas famílias”, declarou a parlamentar. Ele acrescentou ainda que o PT e o país tem muito o que agradecer, pois os petista condenado ajudaram a redemocratizar o país.

A deputada informou que já realizou doações e que nos próximos dias vai doar para a “campanha de arrecadação” de José Dirceu. Ela informou ainda que seu marido, o senador Wellington Dias também já fez sua doação.

Para Regina Sousa a situação é ainda mais grave quando se trata do PT. Segundo ela, os colegas de partido não merecia ser tratados como foram, com as condenações e as prisões. “É verdade que eles erraram, fizeram caixa dois, mas fizeram como muitos fizeram e não foram condenados e nem tratados como eles foram. Todos deveriam ter o tratamento igual. Só não ver isso quem não quer”, ressalta.

Deixe uma resposta