Mulher diz que jogou água quente em pênis de ex após ele forçar sexo

 

Roberto Correia está internado no CTI após ter o pênis queimado pela ex, na Baixada Fluminense, RJ (Foto: Arquivo pessoal)                                                                                       Roberto está no CTI após ter o pênis queimado
pela ex (Foto: Arquivo pessoal)

A cabelereira Vanessa Silva, 33 anos, que confessou ter jogado água quente no pênis do ex-marido, o pintor Roberto Correia dos Santos, de 30 anos, alegou que tomou a atitude por “legítima defesa”. Em entrevista ao G1 nesta sexta-feira (15), ela argumentou que o ex chegou bêbado em sua casa, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, a agrediu com dois tapas no rosto, e em seguida tentou fazer sexo a força.
Roberto sofreu queimaduras de primeiro e segundo graus e está internado no CTI. A polícia registrou o caso, em princípio, como lesão corporal em situação de violência doméstica.
O relacionamento de Vanessa e Roberto durou sete anos, mas segundo parentes, as brigas do casal eram constantes. Há cerca de duas semanas, eles haviam terminado o relacionamento.
“Na madrugada de segunda-feira, ele voltou do pagode, e chegou na minha casa completamente bêbado. Ele me agrediu com tapas, puxões de cabelo, tirou a roupa e quis fazer sexo a força. Eu me recusei, e acabei joguei nele a água que estava fervendo para fazer o café. Estou arrependida, sei que errei, mas não tenho medo de ser presa, só eu sei o que aguentei”, afirma Vanessa.

Deixe uma resposta