Pai tenta matar professor acusado de pedofilia contra seus três filhos no Piauí

O professor de história, José Roberto A. da Silva, de 38 anos, natural de Campo Maior, responsável por uma faculdade particular em Castelo do Piauí, se encontra preso na Delegacia de Polícia da cidade, sob a acusação de tentar praticar atos de pedofilia contra três crianças de idades entre 4 a 6 anos.
Segundo o policial militar Elias Júnior, o acusado tentou aliciar na tarde de domingo (07), três crianças filhos de um borracheiro. Ao tomar conhecimento dos atos de pedofilia que o professor tentou contra seus três filhos, o pai tentou fazer justiça com as próprias mãos e foi impedido pela polícia.
Populares afirmam que, o professor Roberto, estava sendo perseguido pelo pai das crianças, e quando o mesmo viu que seria pego, ele abandonou a moto e saiu correndo pelas ruas do centro da cidade, tentando se livrar do pai das crianças, porém a tentativa foi inútil, e o acusado foi alcançado.
“Recebemos a informação que uma pessoa estava sendo agredida no centro comercial da cidade. Ao chegarmos ao local informado, nos deparamos com o borracheiro completamente enfurecido, aplicando golpes contra o professor. Após separarmos os dois [pai e o acusado], foi que o borracheiro nos informou que o professor Roberto teria tentado aliciar seus três filhos, e que por isso, o mesmo iria levar uma grande surra.”, informou o policial militar Elias Júnior.
Uma das três crianças confirmou para os policiais, a forma que o professor Roberto tentou aliciá-los. “O Tio, dava lanche pra gente, e andava de moto.”, dizia uma das crianças à polícia.
“Esse elemento, era intimo da família das crianças, e que usava essa intimidade, para tentar aliciá-las, usando lanches e presentes. Mas na ação de hoje, ele usou um passei de moto e em seguida levou as vítimas para uma lanchonete (sem autorização dos pais), para no caminho tentar aliciar as crianças.”, disse o policial Elias Júnior.
Em outro trecho da fala de uma das crianças, o professor Roberto, antes de ir para a lanchonete, deu várias voltas em ruas escuras com as três crianças abordo da motocicleta, e que em um dessas ‘ruas escuras’, o acusado tentou aliciá-las.
Na residência do acusado, foram encontrados; carrinhos, bonecas, ursinhos, DVD’s de desenhos animados, preservativos e gel lubrificante.
Sobre os brinquedos, o acusado disse que de fato lhe pertencem, porém o mesmo chegou a dizer que, ele próprio, gostava de brincar a noite com os brinquedos, e negou as acusações.
“Esses brinquedos são meus. Eu sempre gostei de brincar com carrinhos e bonecas. Faço isso sempre. E também gosto muito de assistir desenhos animados, por isso tenho vários.”, disse o professor Roberto aos policiais Elias Júnior (polícia militar) e Soares (polícia civil).
Assim que o professor foi preso, outros dois casos conhecimento da polícia, ambos possivelmente podem ter participação do acusado.
O acusado será ouvido amanhã, 08/07, pelo Delegado Dr. Igor Rocha Gadelha, e em seguida o fato será comunicado a justiça.

Fonte: maiscastelo.com

Deixe uma resposta