Partidos isolam W.Dias e o PT; ninguém abre mão da cabeça de chapa

O Partido dos Trabalhadores enfrenta dificuldades para se articular visando a eleição de 2014. Temendo se repetir o desastre eleitoral de2012, que remeteu o PT ao 3º lugar na capital, o senador Wellington Dias, maior liderança petista no Estado, tenta costurar uma aliança que viabilize a volta do PT a comando da máquina estadual. Mas, o petista está encontrando resistências. Por um único motivo: ninguém quer abrir mão da cabeça de chapa, inclusive, o próprio PT. Se a eleição fosse hoje, o PT do Piauí só teria como aliado o PC do B, cujo presidente, deputado Osmar Jr. foi vice de W.Dias no 1º governo.
No Piauí, o cenário para 2014 aponta três grandes candidaturas. O PMDB, o PP e o PT. Esses três partidos terão candidatos próprios. A novidade será o ex-prefeito Sílvio Mendes pelo PP. No PMDB existe uma dúvida se o candidato será o vice-governador Zé Filho ou o deputado federal Marcelo Castro. Filho tem dito reiteradas vezes que, assumindo o governo será o candidato natural a reeleição. No PT não há problemas, o candidato é o senador Wellington Dias.Pedro Alcântara

Deixe uma resposta