Piauí já tem 3,18 milhões de pessoas e mais da metade é de mulheres

Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Em um ano, de 2012 a 2013, a população piauiense 0,37%, o equivalente a mais 11.948 habitantes no Estado. Mostra Projeção da População das Unidades da Federação por Sexo e Idade para período 2000/2030.
Thiago Amaral
Imagem do Centro de Teresina, capital do Piauí.
No passado, o Piauí registrou a pertinência de 3.171.456 habitantes. A expectativa do IBGE é que o Estado encerre este ano com população de 3.183.404. O crescimento fica abaixo da projeção feita para o Brasil, que é de crescimento de 0,93% no mesmo período.
Nessa perspectiva, o Piauí vai continuar sendo um Estado com maior número de mulheres do que homens. Em 2013 a divisão por sexo da população deve ficar assim: 1.622.978 habitantes femininas e 1.560.426 moradores do sexo masculino.
Clique aqui e veja relação, por município do Piauí, estimada de população.
A pesquisa revela também que a expectativa de vida dos piauienses permaneceu praticamente inalterada de um ano para o outro. O crescimento foi de apenas 0,27%. De acordo com a previsão para 2013, os piauienses vão viver, em média, 70,5 anos.
As mulheres continuam com maior expectativa de vida, vivendo em media 74,64 anos. Os homens passariam a viver, em média, 66,51 anos.
Mulheres são 51% da população do Estado; homens 49%.

Outra previsão adotada é que a população piauiense siga a tendência nacional de baixo crescimento populacional. Em 2030, o Piauí deve somar 3.232.330 moradores. Em 17 anos, o Estado deve receber o incremento de 48.926 habitantes.

Dados nacionais
Já de acordo com a Projeção da População do Brasil por Sexo e Idade para o Período 2000/2060, o país viverá experiência de crescimento sem grande expressividade nos próximos 29 anos para iniciar declínio progressivo.
A população brasileira continuará crescendo até 2042, quando deverá chegar a 228,4 milhões de pessoas. A partir do ano seguinte, ela diminuirá gradualmente e estará em torno de 218,2 milhões em 2060.

Lívio Galeno

Deixe uma resposta