Polícia Federal procura ex-prefeita de Marcos Parente declarada oficialmente foragida pelo Tribunal de Justiça

Juraci Alves Guimarães Rodrigues
Juraci Alves Guimarães Rodrigues
Depois de passar dois dias e uma noite acompanhado de policiais militares que prestam serviços no Tribunal de Justiça do Piauí tentando cumprir o mandado de prisão expedido pelo desembargador Sebastião Ribeiro Martins, o oficial de Justiça Juarez Chaves, o mais experiente daquele poder, voltou para Teresina e comunicou oficialmente que a ex-prefeita de Marcos Parente, Juraci Alves Guimarães Rodrigues, está foragida há mais de 20 dias. Cópia do mandado foi entregue à Polícia Federal, que deve iniciar ainda hoje buscas para localizar a acusada.
O mandado de prisão foi expedido no último dia 5 devido a condenação de 9 anos e quatro meses de prisão da ex-prefeita sob a acusação de ter praticado improbidade administrativa ao desviar recursos federais que deveriam ter sido aplicados em obras no município. Dois dias depois da decisão do desembargador, chegou ao Tribunal a informação de que a ex-prefeita havia se apresentado para cumprir a pena na Vereda Grande, em Floriano.
Setores da imprensa chegaram a noticiar a propalada apresentação de Juraci, mas tudo não passava de uma manobra da acusada, que acabou fugindo da região de Marcos Parente. Para ter certeza de que a condenada havia desaparecido, o Tribunal de Justiça despachou o oficial Juarez Chaves auxiliado por policiais militares.
No último final de semana ele voltou para Teresina com informações detalhadas de que Juraci havia fugido. Ontem pela manhã, por determinação do gabinete do desembargador Sebastião Martins, levou cópia do mandado de prisão para a Polícia Federal, que deverá iniciar diligências visando descobrir o local em que se encontra a ex-prefeita.
O Tribunal de Justiça deverá investigar também se houve má fé dos defensores de Juraci, que teriam chegado a prometer ao juiz de Marcos Parente que sua cliente se apresentaria.

Deixe uma resposta