População Parnaibana faz fila emposto de saúde as sete da noite

População sendo humilhada por não ter saúde digna 
Várias pessoas cansadas de tentar marcar uma consulta no posto de saúde modulo 10 na Rua Itaúna Bairro, tiveram que enfrentar o frio e os perigos da noite, colocando redes e lençóis na frente do referido posto para madrugar e tentar uma concorrida consulta ou exame oferecido pela secretaria municipal de saúde em pouca quantidade.

O que chamou a atenção foram os populares que estavam armados prometendo invadir o posto, quando nossa reportagem chegou algumas pessoas já tinham ido embora por que um funcionário da prefeitura ligado à secretaria de saúde identificado por “fortes” disse para ninguém se preocupar que ele mesmo iria resolver o problema de quem estava no local. A ficha que foi repassada por ele está na imagem que conseguimos com um dos beneficiados, ao todo mais de 20 fichas foram entregues.
Bilhetes para amenizar a problemática da saúde  

Segundo os populares que começaram a chegar ao posto às 7 horas da noite, isso aconteceu porque só tem 10 vagas para consulta médica, sendo que na fila em média ficam mais de 30 pessoas. Além disso, uma senhora que não quis se identificar declarou em entrevista que certa vez foi ao posto às duas horas da madrugada e na hora mesmo sendo a primeira da fila a atendente disse que no sistema não tinha vaga para um eletro que ela procurava.

Outra senhora presente no posto disse que os atendentes questionam a presença de pessoas que estão acamadas ou deficientes que não tem condições para pegar filas e muito menos passar a noite na porta de um posto de saúde. “Minha sobrinha precisa de uma neurologista, mas será que minha sobrinha de dois anos tem que ficar aqui esperando para uma tentativa”. Questiona uma senhora indignada com a situação, ela disse ainda que o funcionário da prefeitura que veio para livra a imagem do prefeito, perguntou para ela se o eletro que ela queria era para ela mesma.
Com poucos dias na semana para marcar consulta, no ultimo sábado não houve marcação


Essa triste realidade acontece na maioria dos postos de saúde de Parnaíba, município com mais de 150 mil habitantes que não possui um hospital próprio e com os poucos postos de saúde que tem não atende a demanda de forma adequada e esperada pela população.
Por: Blog do Pessoa

Deixe uma resposta