PT estufou o peito e foi às ruas. Não deu outra

 A decisão de Rui Falcão de convocar militantes do PT às ruas ontem preocupou o governo federal antes mesmo da explosão de violência em protestos em várias cidades do país. Segundo relatos, o presidente do partido não discutiu a ideia com o Palácio do Planalto, que desde cedo temia que um eventual confronto entre petistas e outros grupos das passeatas respingasse em Dilma Rousseff. “Se der errado, a culpa é de quem?”, questionava um membro da equipe presidencial. (Vera Magalhães – Folha de S.Paulo).
Vai sobrar para todos, avalia o Planalto

 O protesto é contra o “status quo”. É contra tudo e todos. Vai respingar no governo federal. Mas todo mundo vai pagar. Esta é a avaliação do Planalto em torno do turbilhão nas ruas dos últimos dias, segundo Ilimar Franco, no GLOBO de hoje.

Enquanto isso, diz o colunista,  a oposição não está só. Também há petistas associando a queda da popularidade da presidente Dilma com os protestos. Estes petistas, em sua maioria paulistas e do entorno do ex-presidente Lula, fomentam o movimento “Volta Lula” a cada dificuldade. O argumento de agora é que Dilma foi vendida como “a porta de entrada do PT na classe média”, segmento que tomou as ruas.Mag

Deixe uma resposta