Roubo de "dutes" leva suspeita de que existe quadrilha infiltrada no Detran

A direção do Departamento Estadual de Trânsito tentou manter o fato sob sigilo, mas uma fonte altamente credenciada do órgão revelou que nos últimos dias, numa operação que descaracteriza completamente uma das principais responsabilidades do órgão (fiscalizar) foi furtado de uma de suas dependências um lote considerável de “dutes”, cédulas oficiais de cor verde cana em que são identificados os veículos licenciados pelo departamento, dentro do qual haveria pelo menos uma pessoa especializada em “esquentar” automóveis furtados.
O “dute”, segundo a fonte deste repórter (um funcionário altamente respeitado) “é a carteira de identidade do carro e se foram roubados é porque existe lá fora uma quadrilha que tem agentes infiltrados dentro do Detran do Piauí”.
O fato foi admitido pelo diretor do órgão, agente aposentado da Polícia Federal Francisco Vasconcelos, escolhido pessoalmente pelo governador Wilson Martins para dirigir o órgão. Vasconcelos disse porém não ter conhecimento sobre furtos de peças e até de motocicletas que estariam ocorrendo no depósito do órgão como indicam os rumores que circulam dentro da repartição.
De acordo com comentários de funcionários do Detran, a diretoria do órgão teria determinado uma investigação sigilosa para identificar a quadrilha responsável pelo roubo de peças de carros e até de motocicletas apreendidas numa quantidade muito grande. O Órgão estaria sem condições de deter o avanço sobre o depósito em que são guardados os veículos apreendidos nas numerosas operações realizadas todos os dias em Teresina e até no interior do Estado.

Deixe uma resposta