Trabalhadores demitidos denunciam novamente que a empresa JR dificulta pagamento de seus direitos trabalhistas

Mais uma vez trabalhadores demitidos da empresa JR, prestadora de serviço da Prefeitura de Parnaíba, procuraram o vereador Carlson Pessoa(PSB) para denunciar atrasos nos pagamentos dos seus direitos trabalhistas. Segundo os trabalhadores, a empresa JR não quer pagar a multa de rescisão e muitos ainda não receberam o seguro-desemprego.

Trabalhadores agora demitidos da JR, no gabinete do vereador Carlson Pessoa na tarde de ontem (30), não receberam seus direitos 
Os vigilantes afirmam que a empresa quer que eles assinem um documento para perder o direito de receber o valor da multa rescisória, com a alegação de que terão acesso ao pagamento dos restantes dos benefícios mais rapidamente. E dizem, também, que foram orientados a mentir sobre isso no Ministério do Trabalho.
Carlson Pessoa vai disponibilizar sua assessoria jurídica para acompanhar cada caso individualmente e tomar todas as providências cabíveis para que os trabalhadores tenham todos os seus direitos pagos integralmente pela empresa JR.
Vereador Carlson Pessoa reúne-se com trabalhadores em frente JR e a Prefeitura em 5 de julho 
No dia 5 de julho, os vigilantes chamaram o vereador e eles foram à sede da empresa saber quando os pagamentos seriam feitos. Na ocasião, uma funcionária da JR garantiu que tudo seria resolvido em poucos dias. Quase um mês depois só os salários foram pagos, no mais, a situação continua a mesma, sendo que os funcionários demitidos estão tendo dificuldade até para garantir alimentação para seus filhos.
“É um absurdo o que essa empresa irresponsável faz com esses parnaibanos, contratados em ano eleitoral e, agora, demitidos. Muitas denúncias sobre a JR já foram feitas na imprensa local sobre atrasos de pagamentos nos últimos quatro anos. Os proprietários dessa empresa devem ser responsabilizados criminalmente pela situação humilhante a que foram expostos os quase 500 trabalhadores demitidos. Foram todos enganados pelo ex-prefeito e o atual precisa se pronunciar a respeito da situação humilhante que passam, afinal a maioria diz ter votado no candidato do PT, hoje prefeito Florentino Neto”, comentou o vereador Carlson Pessoa.

Deixe uma resposta