Weidman ressalta jogo mental contra Spider e diz: ‘Eu o venceria de novo’

Primeiro a vencer Anderson Silva em 17 lutas no Ultimate,Chris Weidmanprontamente aprovou a ideia de dar a revanche ao Spider após nocauteá-lo no UFC 162. A confiança do americano é tamanha que ele, mesmo enaltecendo a história do rival, não se imagina perdendo esse possível segundo duelo entre eles:
– Eu acho que ele ainda é inacreditável e o maior de todos os tempos. E acho que eu o venceria de novo – disse ao “MMA Hour”.
O novo campeão dos médios (até 84kg) do UFC garantiu ainda que não se abalou com as provocações do brasileiro durante o combate:
– Eu me senti no controle. Ele estava fazendo tudo aquilo, mas na minha mente eu só estava rindo. Estava do tipo: “Cara, eu estou ganhando a luta. Estou te socando neste momento e você aí em pé com as mãos no quadril. Você pode fazer isso o dia inteiro, se quiser”. Chegou uma hora em que pensei: “Vou chegar até a cara dele e colocar minhas mãos nele”. E foi isso o que eu fiz.
Weidman se mostrou chateado com alguns comentários de que Anderson teria “entregado” a luta, por conta da postura excessivamente provocativa, e chamou a atenção para seu próprio feito:
– Eu não estou aqui para mudar a opinião de outras pessoas, mas vou dizer uma coisa: ele não me deu o cinturão, ele não entregou a luta. Não foi nada disso. Ele estava fazendo exatamente o que faz em todas as lutas. Ele estava com as mãos para baixo, tentando me derrotar mentalmente, fazendo eu me sentir como se não merecesse estar no octógono com ele. Eu não queria deixá-lo fazer isso. Eu queria colocá-lo no lugar dele, e é isso.
A revanche entre Chris Weidman e Anderson Silva pode acontecer no UFC 168, no dia 28 de dezembro, conforme noticiado pelo Combate.com nessa segunda-feira.

UFC 162: Anderson Silva fatura R$ 1,35 milhão, enquanto Weidman recebe R$ 108 mil de salário
Mesmo perdendo o cinturão dos pesos-médios do UFC, o lutador Anderson Silva saiu com o bolso cheio. Só para defender seu cinturão contra Chris Weidman, o ex-campeão recebeu nada menos que 600 mil dólares (o equivalente a R$ 1,35 milhão). Já o atual detentor do título ganhou 13 vezes menos.
De acordo com o site americano “MMA Junkie”, o jovem de 29 anos ganhou apenas 48 mil dólares (o equivalente a R$ 108 mil) – sendo que, deste valor, 24 mil dólares (cerca de R$ 54 mil) foi pelo combate, e outros 24 mil dólares (cerca de R$ 54 mil) pela vitória.
O novo campeão ainda recebeu o bônus de 50 mil dólares (cerca de R$ 113 mil) pelo nocaute da noite. Se Spider tivesse ganhado a luta, ele receberia mais 200 mil dólares (cerca de R$ 452,6 mil) como bônus pela vitória, e terminaria no total com 800 mil dólares (R$ 1,8 milhão).
]Os outros brasileiros da noite, Charles do Bronx recebeu algo em torno de R$ 47,5 mil de salário e ainda ganhará mais R$ 113 mil de bônus pela luta da noite contra Frankie Edgar. Já Roger Gracie recebeu cerca de R$ 113 mil.
O peso-pesado Gabriel Napão ganhou aproximadamente R$ 131,2 mil, incluindo o bônus de R$ 65,6 mil pela vitória, enquanto o peso-leve Edson Baboza recebeu R$ 104 mil, incluindo o bônus de a do brasileiro Raffaello “Trator” Oliveira, que levou R$ 31, 6 mil.

Deixe uma resposta